Litoral Norte de São Paulo | SBADO, 19 de Abril de 2014 | Ano XXVII
Facebook Twitter
  • + INFORMAÇÃO
  • Boletim do Mar
  • Previso do Tempo
  • Cotao do Dolar
  • Programao de Navios
  • Politica de Privacidade
  • Termo e Condições de Uso
Fechar [X]
Todo o conteúdo do Jornal Imprensa Livre é protegido pelas leis de direitos autorais. É expressamente proibido sua cópia, reprodução, difusão, transmissão, utilização, modificação, venda, publicação, distribuição ou qualquer outro uso, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, fora dos casos expressamente previstos abaixo ou sem prévia autorização por escrito. Excetuam-se a esta interdição os usos livres autorizados por lei, nomeadamente o direito de citação, desde que claramente identificada a sua origem. O conteúdo genérico deste website, incluindo, nomeadamente, textos, gráficos, imagens e quaisquer outras informações, é propriedade do Jornal Imprensa Livre, que detém os direitos de autor sobre o mesmo, com exceção dos conteúdos fornecidos por colaboradores, parceiros ou anunciantes que se encontrem identificados como tal. A proteção dos direitos de autor dos conteúdos do Jornal Imprensa Livre estende-se a todas as reproduõúes ou cópias, obtidas a partir do conteúdo deste website.

Os direitos de autor dos conteúdos que não tenham sido criados pelo Jornal Imprensa Livre, caso não sejam de domínio público, foram gentilmente cedidos pelos respectivos autores para uso exclusivo neste website, tendo sido permitida a publicação e edição pelos mesmos. É expressamente proibido reproduzir, publicar, distribuir, difundir ou, por qualquer outra forma, tornar os conteúdos constantes neste website, acessíveis a terceiros, para fins de comunicação pública ou de comercialização, nomeadamente, colocando-os disponíveis noutro website, serviço on-line, fórum de discussão ou message board (afixação para consulta) ou em cópias de papel, sem a prévia autorização dos autores. O internauta poderá copiar ou imprimir material constante neste website estritamente para uso não comercial ou para uso pessoal, mantendo-se Jornal Imprensa Livre e os autores participantes titulares dos respectivos direitos de autor. A utilização para qualquer outro fim está expressamente proibida por lei e pode resultar em penas civis e criminais. A indicação de copyright deverá ser exibida em todas os documentos ou partes de documentos, bem como qualquer outro aviso de direitos autorais e outros avisos de propriedade em qualquer cópia efetuada.

A permissão acima não inclui autorização para copiar os elementos de design, aparência ou o estilo deste website. Tais elementos do website são protegidos por lei, como, por exemplo, as leis relacionadas à identidade visual da marca, marca comercial, competição desleal, e outras, e não é permitido efetuarem-se cópias desses elementos, nem qualquer outro tipo de imitação e a retransmissão só é permitida com nosso consentimento expresso. É expressamente proibida a modificação de quaisquer textos, documentos ou imagens gráficas contidas neste website. A usurpação, contrafação, aproveitamento do conteúdo usurpado ou contrafeito, a identificação ilegítima e a concorrência desleal são puníveis criminalmente.

O proprietário do website e os autores participantes com conteúdos e demais informações, reservam-se o direito de proceder judicialmente contra os autores de qualquer cópia, reprodução ou outra utilização não autorizada das informações constantes do Jornal Imprensa Livre. Em nenhuma hipótese o Jornal Imprensa Livre poderá ser responsabilizada por quaisquer danos, nomeadamente, lucros cessantes, danos emergentes, perda de informação ou dados e outros prejuízos pecuniários, decorrentes da utilização da informação disponível neste website ou da impossibilidade temporária ou permanente de acesso a essa informação. O Jornal Imprensa Livre não garante que os serviços prestados por este portal funcionem ininterruptamente ou que se encontrem livres de erros ou outros elementos prejudiciais. Todos os direitos não expressamente concedidos aqui são reservados. O internauta, ao continuar a acessar o portal do Jornal Imprensa Livre está a aceitar expressamente os termos e condições acima descritas.

Cartas

Clique aqui e envie o sua carta.

19/04/2014

XOTE DA SUJEIRA

O mandar no trgua pra palavra, a palavra dita escrita com razo, coronelismo censura da arte, que amordaa a liberdade de expresso, mas a verdade se esconde no tapete, da poltica que rouba a nao. o sujo dizendo sujo, falando o sujo, quer se sujar e quer o poder... O sujo renega sujo, querendo o sujo, que pra esconder...O mandar senhor da influncia, escancara a cara da indecncia, que transita livre sem barreira, no sentido da mesma confluncia; propinas e mais percentuais, sem medir o valor da maledicncia. o sujo trafegando sujo, mas sonha o sujo, quer dirigir, pra reprimir... O sujo correndo sujo, trafega o sujo, que pra colidir...O mandar donzela cobiada, a rainha por muitos cortejada, tem nobreza tambm no sobrenome, sangue azul e a bela mais amada, no tem gnero pra conquist-la, com seus dotes se torna desejada. o sujo amando sujo, sujando o sujo, quer se sujar, deixa estar... O sujo reinando sujo, anseia o sujo, que pra mandar...  O poder cria fato que assola, gente farta na esquina da esmola, violncia ainda t de cara feia, tira vida com faca ou com pistola; pai e me que se matam, e que matam filhos, o rebento que foge da escola. o sujo ensinando sujo, fazendo o sujo, quer se livrar, sem amar... O sujo fazendo sujo, ensinando o sujo, que pra pecar...O mandar deixa gente sem miolo, faz tramoia e enrola quem tolo, segue no riscado da contramo da histria, alimenta o cl com parco bolo, depois descobre que no se vive, sua vida se torna um grande rolo. o sujo deixando sujo, tramando o sujo, quer se sujar no poder... 



Joo Silvino
por e-mail, Guaruj/SP
19/04/2014

Inverso de valores

Esses atos de vandalismo, saques a estabelecimento comerciais, incndios em nibus, bloqueio de vias pblicas, agresses a policiais, desrespeito a autoridades e toda essa barbaridade que vem ocorrendo nas grandes cidades brasileiras s acontecem porque nossos governantes so muito fracos. Da presidente ao prefeito, passando pelo governador, todos tm medo da reao de grupos que se organizam, e pavor de perder votos e, por isso, evitam tomar uma atitude mais dura contra eles, mesmo que totalmente ao amparo da lei. Enquanto isso, o cidado ordeiro, que nada tem a ver com invases e desocupaes, obrigado a colocar a sua integridade fsica em risco e ver cerceado o seu direito de ir e vir. a verdadeira inverso de valores, com desordeiros e criminosos pretendendo ganhar no grito as suas reivindicaes, debaixo da vista grossa de quem tem a obrigao de coibir isso.


Ronaldo Gomes Ferraz
por e-mail, Rio de Janeiro - RJ
17/04/2014

Outro golpe do Planalto

Se utilizando do servial presidente do Senado, Renan Calheiros, e s Deus, sabe a que custo, a tropa da Dilma, conseguiu que o alagoano, deixasse de sacramentar a CPI da Petrobrs, que de sua prerrogativa, preferindo enviar para Comisso de Constituio e Justia, a deciso de autorizar ou no a instalao deste evento.  E nesta comisso, tendo o governo sua esmagadora maioria certamente vai sufocar a oposio que finalmente acordou, conseguindo at assinaturas da base aliada, para instalao desta improrrogvel CPI.  O Renan Calheiros covardemente lavou suas mos, as mesmas que j sujou por diversas vezes em troca de benesses vis de empresas fornecedoras do governo! E fugiu da raia, como um parlamentar eleito pelo povo, jamais deveria fazer. Se para o presidente do senado no lhe faz nenhuma diferena investigar a corrupo nas nossas estatais, no caso atual a Petrobrs, para os petistas do Planalto do Planalto, comandado pela Dilma, muito menos ainda. Mesmo porque esse estrondoso escndalo da Refinaria Pasadena, nos EUA, somente   ocorreu esta compra pela Petrobrs, porque a Dilma, assim autorizou! Portanto a presidente cmplice direta de um dos maiores desvios de recursos pblicos da histria deste Pas. Provavelmente at maior do que o do mensalo de Lula... 
Lgico que o temor dos petistas neste episdio envolvendo a presidente, os leva crer que a oposio se descobrir fatos relevantes desta provvel negociata, no vai se acovardar como fez quando evitou o impeachment de Lula, no caso do mensalo! Principalmente a partir do momento que o publicitrio Duda Mendona, confessou no Congresso, que realmente recebeu R$ 10 milhes do PT, em paraso fiscal! E neste sentido a oposio deve como pretende, buscar se necessrio uma deciso no Supremo, para que esta CPI da Petrobrs siga seu curso de investigao. E o STF certamente no negar esse pleito da oposio, porque tem tratado as causas importantes do nosso Pas, pela porta da frente em irrestrito respeito a nossa Constituio. Diferentemente dos alojados do Planalto, que obram corriqueiramente no corao tico desta terra tupiniquim... 




Paulo Panossian
por e-mail, So Carlos SP
16/04/2014

IBGE nas garras do PT

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica, o IBGE-  criado em 1934, ou seja, h 80 anos presta relevantes servios ao Pas. Mas, como tudo nesta era petista est sujeita a avacalhao, parece que este instituto tambm est sendo pressionado pelo Planalto, para que a sua independncia de atuao fique maculada.  Assim como o partido de Lula, aparelhou as agncias reguladoras, e toda a mquina institucional federal. No fosse isso, ento por que o PT, na figura de sua senadora, e ex-ministra da Casa Civil, Gleise Hoffmann, tenta desmoralizar publicamente o trabalho dos pesquisadores do IBGE, s porque divulgaram dentro de uma nova e eficiente modalidade como a Pesquisa Nacional por Amostragem de Domiclios - PNAD, sobre o mercado de trabalho no Pas, em que o nmero final coletado de 7,1% de desemprego no satisfez o sonho eleitoral do Planalto?!  E a presso parece que funcionou porque o instituto que deveria divulgar sua prxima pesquisa em junho deste ano, somente o far em janeiro de 2015 (isso se a Dilma no for reeleita).  E bom que se frise que esta modalidade de pesquisa do PNAD, sobre o mercado de trabalho mais abrangente do que a tradicional  Pesquisa Mensal de Empregos- PME.  Porque enquanto o PME pesquisa somente 6 regies do Pas, a do PNAD, faz sua pesquisa em 3.500 municpios! Portanto merece mais confiabilidade sobre a realidade do nvel de emprego!  Mas, para governo Dilma, mostrar a verdade nua e crua da atividade humana no Pas, parece no interessar!   O maior receio do petismo que se divulgue uma nova pesquisa e desfavorvel ao PT, em junho deste ano como estava programada, e justamente num perodo prximo as eleies de outubro, o que na viso do Planalto prejudicaria a imagem da gerentona Dilma, que infelizmente quer se reeleger. Assim como os petistas tm um medo danado da CPI exclusiva da Petrobrs...     Mas, o estrago est feito! A nova pesquisa do PNAD, repito, s em 2015! E o pior, no concordando que essa interferncia autoritria do governo, no trabalho do IBGE, a diretora do instituto Mrcia Quinstir, se demitiu! E o rebu se instala no instituto porque solidrios todos os competentes pesquisadores deste quase centenrio IBGE, revoltados que esto querem tambm se demitir em massa...     o que d o PT, achar que somos idiotas!  E que tambm podem fazer por aqui o mesmo que seus idolatrados amigos cubanos sob a batuta de Fidel Castro, sem d humilham seu prprio povo.  E tampouco vamos engolir aes como faz a presidente da Argentina, a Cristina Kirchner, que maquia nmeros, congela preos, e outras traquinagens com los hermanos!  Precisamos salvar esta nossa Ptria, das garras destes exterminadores da tica, muito mal alojados no Planalto!

Paulo Panossian - So Carlos- SP.


por e-mail,
14/04/2014

A democracia sobre ataque

incrvel a defesa que alguns fazem da Cmara Municipal de So Sebastio e seus edis. No seria mais interessante pagar a estes cidados que assessorassem melhor a Dignssima Casa de Leis, do que mant-los nas redes sociais como macacos de auditrio a defender atitudes que poderiam facilmente ser consideradas de um Governo Militar?
No estamos mais no Brasil imprio, quando os vereadores eram Nobres, se que um dia realmente foram. No estamos nas cortes judiciais, onde nos referimos a Excelncias, estamos na Casa do Povo, onde os representantes de nossa jovem democracia contribuem para sua completa desmoralizao, com atos como a aprovao do aumento abusivo do IPTU sem consulta popular e transparncia, usando-se de meio srdido, embora legal, como o regime de urgncia para aprovar a toques de caixa uma lei que fere o povo!
De fato, hoje o aougue faz mais falta que a Casa de Leis, pois l praticamente no existe representao popular, pois nosso modelo de representao j se mostrou falido e ineficaz. Alguns vo dizer: mas voc fala isso? Voc um defensor da legalidade!
De fato o sou, porm no sou cego, vejo que a vontade do Executivo se impe sobre o Legislativo, e a teoria dos trs poderes vai por terra, comprometendo todo o princpio de uma democracia.
Acusam-nos de ser um movimento orquestrado. Na verdade, a nica coisa orquestrada esta esdrxula, hipcrita e demagoga tentativa de cassar o vereador Gleivison Gaspar, obviamente tentando calar uma das nicas vozes de oposio, se no a nica, de nossa Cmara Municipal. Vejo na atitude do presidente no s um ato ditatorial de perseguio poltica, mas um ato infantil, como quando eu era criana e o dono da bola no aguentava o jogo, pegava a bola e saa de cena.
O presidente da Casa, que deveria ser um dos maiores defensores da liberdade de expresso, hoje o maior censor da Casa, atacando um vereador simplesmente por motivos polticos, no aguentando toda a fala contrria. J ameaou o movimento IPTU Sem Abuso e impediu pessoas de participar de uma reunio por no gostar das mesmas, mostrando que no tem o menor tato para a democracia, sempre seguindo as ordens do seu Patro, o Prefeito.
Em defesa da democracia e da liberdade de expresso vamos s ruas e a Cmara Municipal de So Sebastio pedir a cassao de todos os vereadores que votaram contra o povo e aprovaram o aumento abusivo do IPTU, pois no existe maior quebra de decoro do que NO representar aqueles que os confiaram esta misso!
Vemos que o mundo mudou, e o Brasil tambm, principalmente depois das manifestaes de junho, no existe mais espao para esta poltica safada e nojenta do EU em primeiro lugar, das negociaes de bastidores, onde o vereador vota nos projetos do prefeito em troca de cargos e benesses. 
O tempo est mudando e tiranos no tero espao, corruptos sero cada vez mais cassados e afastados do meio poltico. Isto tudo pode demorar, alguns ainda podem se beneficiar, mas quanto mais organizados o povo, mais difcil ficar para eles.
Contra todo ato autoritrio e de clara perseguio poltica, iremos Nossa Casa requerer o imediato arquivamento do processo contra o vereador Gleivison e um pedido de desculpas formal a ele e todos os cidados. Afinal de contas, amanh pode ser voc!



Daniel Galani
por e-mail,

< anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 191 192 193 194 195 196 197 198 199 200 201 202 203 204 205 206 207 208 209 210 211 212 213 214 próximo >

EDIÇÃO DE HOJE
Visualizar

ENQUETE

Qual sua opinio sobre o atendimento no comrcio do Litoral Norte?




Ver resultados



Todos os direitos reservados ao Imprensa Livre. O contedo no pode ser publicado,
transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.